A IDENTIDADE DA MULHER CRISTÃ – Susana Couto Pimentel

Por em 21 / fevereiro / 2017

 Leitura Introdutória: Ef. 1:4-14 

Introdução:

Todos nós temos algo que nos identifica, que diz sobre quem somos. No plano natural cada cidadão tem o seu Registro Geral (RG), conhecido como carteira de identidade. Espiritualmente também existem características que nos identificam, que dizem sobre nossa filiação e sobre nosso novo perfil. Hoje vamos conhecer algumas delas.

 

  1. Somos filhas de Deus (vs. 4-6). Fomos escolhidas por Deus, separadas e adotadas através de Jesus. Essa adoção nos confere poder de filhas de Deus. Precisamos deixar que o conhecimento dessa nova identidade em Cristo nos cure de qualquer ferida de rejeição ou de abandono em nossa história. Muitas mulheres ficam fixadas em seu passado de abandono e se esquecem de que o nosso Pai celestial as escolheu e as amou primeiro (1 Jo. 4:19). Essa é a nossa nova identidade!
  2. Fomos libertas por Deus (v. 7,8). Jesus nos redimiu e libertou! Você é uma pessoa livre! Essa libertação exigiu um resgate, mas Jesus pagou o preço pelo nosso resgate com Seu próprio sangue. Fomos resgatadas por Sua graça que significa favor imerecido. Não merecíamos, mas Ele nos amou. Que amor precioso! Sinta-se amada pelo Pai!
  3. Temos uma missão (v. 11,12). A nossa missão é atribuir louvor a Ele através da nossa vida, da nossa maneira de agir. As nossas atitudes nessa nova identidade devem mostrar qual a nossa filiação, isto é, que nós somos filhas de Deus. Você tem exercido a missão de glorificar a Deus através de sua vida e ações?
  4. Fomos seladas/marcadas (v. 13,14). Temos a marca do Espírito Santo em nossa vida e por isso precisamos viver expressando características próprias de Seu caráter, o que Paulo chamou de fruto do Espírito. Essa marca revela a nossa identidade, a quem pertencemos. Precisamos parecer com o nosso Pai!

Reflexão:

Somos filhas libertas, seladas e temos uma missão. A lembrança da nossa nova identidade deve fazer com que vivamos um novo estilo de vida.

4 Comments

  1. Nina souza

    23 de fevereiro de 2017 at 01:36

    Achei ótimo esse artigo sobre a identidade da mulher cristã, acredito ser um assunto vasto e que a Dra Susana falou com muita propriedade sobre o assunto, nós mulheres cristãs precisamos ser o diferencial de Deus em nossa geração.

  2. Eliane Placido

    24 de fevereiro de 2017 at 12:01

    Artigo ótimo!
    Precisamos tomar posse desse chamado e marcar essa geração.somos filhas libertas com uma missão é seladas e marcadas

  3. Léa

    24 de fevereiro de 2017 at 14:29

    Ser mulher cristã é um desafio. Principalmente porque conquistou-se espaço na sociedade e os desafios de vida aumentaram. Contudo, as atribuições do dia a dia , continuaram.
    Elas são, adoradoras, filha, mães, esposas, donas de casas. Enfim, É grande o desempenho da mulher. Porém, o artigo ressalta a identidade da mulher em Deus de forma clara e sucinta. Somente em Deus, há possibilidade de viver com a impressão digital de uma nova vida.
    Parabéns pelo excelente texto!

  4. Ricardo Pereira

    24 de fevereiro de 2017 at 14:35

    As mulheres em Deus, são diferencial na terra. Parabéns pelo artigo!
    Somos filhas de Deus.
    Fomos libertas por Deus.
    Temos uma missão.
    Fomos seladas/marcadas.
    Explanado de forma clara e fácil entendimento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *